A arte do Grafite e a Moda

 
O grafite é uma das formas de arte mais populares e presentes no ambiente urbano. Mas não podemos confundir o grafite com a pichação. O primeiro é uma arte de rua que é valorizada hoje como fenômeno digno de grande relevância no cenário da arte contemporânea mundial; e a segunda é considerada pela sociedade como uma forma de poluição visual.

O grafite é uma arte transitória, urgente, resultado de um jovem que quer se manifestar e necessita de suporte, e não há suporte melhor que a própria rua a qual ele faz parte, o mundo onde ele vive. De uns tempos para cá, o estilo do grafite vem sendo inserido em galerias e reproduzido em outros suportes e mídias.

E um suporte que está sendo muito utilizado para essa forma de expressão é a moda. As camisetas são as peças mais usadas para essas criações, são estampas bem coloridas e divertidas, que te dão um ar de liberdade de expressão, que essa arte pede. É uma forma de estamparia que pode ser agregada na indústria do surfwear e do rockwear.

Vou citar aqui alguns nomes de artistas da street art, que são apaixonados pelo que fazem e que também aplicam a arte não só nas ruas, mas também em galerias e na moda.

Esses trabalhos são da artista urbana Tereza Cristina, que assina suas produções como DeQuinta, aplicando seus desenhos em muros, camisas, telas e gravuras, é uma estudante de artes plásticas, de Fortaleza-Ceará.

Tereza Cristina

Tereza Cristina1

Tereza Cristina2

Esses são do artista de rua Fredone Fone, é também escritor de graffiti, design, poeta e Mestre de cerimônia; esse artista é de Vitória-Serra.

Fredone Fone

Fredone Fone1

Fredone Fone2

Esses são do artista Matheus Mats de São Paulo, estudante de artes plásticas, ele se inspira em várias coisas para suas criações, como por exemplo: arte pop, naify, psicodelia, o abstrato, concretismo e muitos outros.

Matheus Mats

Matheus Mats 1

Matheus Mats 2

Essses são trabalhos do Escritor de Graffiti Ficore, natural de BH radicado em Vitória.

Graffiti Ficore

Graffiti Ficore

Graffiti Ficore

Essa arte está sendo muito valorizada, mas acho que aqui no Espírito Santo as pessoas deveriam  valorizar ainda mais, pois já existem muitos projetos socias que se baseiam no grafite e vimos também que existem grandes artistas, são  jovens buscando uma nova forma de expressão e liberdade, através da arte.

Por Michelle Xavier

Anúncios