“Jean Paul Gaultier – Quebrando as regras”

 

Com tantos astros da música internacional vindo ao Brasil, não poderíamos deixar de receber um dos grandes nomes da moda mundial o enfant terrible da moda o estilista francês, Jean Paul Gaultier, que veio ao Rio para o lançamento do documentário “Jean Paul Gaultier – Quebrando as regras”. No encontro o estilista conversou com alunos de moda e jornalistas.

 “Não tive chance de frequentar uma escola de moda, então tudo que aprendi foi, primeiramente, com a minha avó, e depois com Pierre Cardin, que me chamou para trabalhar em seu ateliê quando eu completei 18 anos

‘Não me ocupo da gestão da marca. Há muitas coisas que eu não sei fazer’, diz Gaultier

“Eu era uma criança que descobria um munto extraordinário no qual eu podia realizar meus sonhos” Filosófico

 “Ser estilista é algo trabalhoso. Por isso, a motivação suprema deve ser gostar do que fazemos, não a fama. Não se trata de um ofício intelectual, mas sim instintivo, visual. Devemos sempre manter a alma de infância e nunca ser blasé”, disse.  Ah se todos os estudantes entendessem isso…  #ficaadica.

Anúncios