“MODA NÃO É ARTE” DIZ JEAN PAUL GAULTIER

Sem dinheiro, sem nada somente com vontade de vencer… Palavras de Jean paul Gaultier que começou a trabalhar com Pierre Cardin aos 18 anos de idade, disse o estilista no encontro que teve com estudantes de moda no Teatro Tom Jobim Rio de Janeiro.

O estilista afirma que o tempo como aprendiz é fundamental para qualquer um que queira ser estilista.

 “Eu gosto de pessoas. O importante para mim é a personalidade”, disse ao completar o pensamento de que sempre gostou de mostrar as mulheres de forma diferente e a fragilidade do homem ao coloca-lo de saia. O estilista é conhecido por colocar nas passarelas pessoas normais e estilosas como mulheres gordas, magras, altas, baixas e tatuadas.

Associado também ao estilo navy, Gaultier marca seus desfiles com pitadas de listra breton que nasceu na França e que além dos desfiles ele as utiliza nos desfiles de Prêt-à-Porter e Alta-costura, essa paixão começou quando ele fez uma capa de chuva com o forro listrado e alguém o aconselhou a deixar as listras à mostra.

Como figurinista, Gaultier fez o figurino dos filmes “Kika”, “Má Educação” e o mais recente, “A Pele que Habito” e de “O quinto elemento” onde a inesquecível Leeloo vivida por Milla Jovovich usou um figurino em tiras. Ja no show biss o estilista fez a icônica roupa usada por Madonna nas turnês “Blonde Ambition” e “Confessions Tour”.

O estilista ainda deixa um recado, quando diz que hoje não é como antes, onde o estilista ficava em uma mesa ao som de Edith Piaf e uma taça de vinho criando suas coleções e que o designer precisa estar ciente de tudo o que acontece na marca “Precisamos estar cientes de tudo o que acontece com a marca, os investidores cobram resultados e ao mesmo tempo tenho que me manter verdadeiro comigo mesmo. Moda não é arte. Se você quiser fazer arte, deve trabalhar com outra coisa e não com moda”.

E hoje não é como antes, quando você só criava. Precisamos estar cientes de tudo o que acontece com a marca, os investidores cobram resultados e ao mesmo tempo tenho que me manter verdadeiro comigo mesmo. Moda não é arte. Se você quiser fazer arte, deve trabalhar com outra coisa e não com moda”.

Por JJunior

Anúncios