Um Dia para a Drag Queen

Quem nunca se divertiu assistindo a filmes como Priscila a rainha do deserto ou The Bird Cage – A gaiola das loucas? 

Verdadeiras estrelas surgem nos palcos noturnos, nas baladas gays. Muito mais do que simplesmente se vestir de mulher, as Drag Queens se revelam perfeitas atrizes, interpretando suas divas favoritas encantando a todos, elevando o publico a uma vibe de alegria e emoção, apesar de ainda sofrerem preconceito.

Cada vez mais comum na sociedade, a Drag Queen luta por seus direitos como cidadão de uma sociedade ainda cheia de tabus. O visual de uma Drag Queen é todo cheio de detalhes, de glamour e possui muito glitter, em tudo, desde o cabelo, maquiagem até as roupas, que são um verdadeiro luxo. Se você não é uma Drag Queen, mas adora as roupas, pode usá-las também em uma festa a fantasia e na rua 25 de março em São Paulo, pode encontra-las de todos os tipos e preços que variam de trezentos reais na mais simples até mais de mil reais afinal glamour nunca é demais. #‎divasdanigth‬ ‪#‎FORUMPARAAMODA‬

Redação FPM

Priscila a rainha do deserto

Priscila a rainha do deserto

Isabelita dos patins

Isabelita dos patins

Isabelita dos Patins

Isabelita dos Patins

 tchaka

tchaka

Dimmy Kieer

Dimmy Kieer

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

O fotógrafo americano Leland Bobbé, de New York, criou esse trabalho super interessante chamado Half Drag. Nele o fotógrafo mostra os dois lados de uma drag queen: o feminino e o masculino!

Anúncios